Espiritualidade e a mùsica

Talvez após a busca por água, alimento e sexo, a música e a religião surgem na natureza humana como respostas às necessidades mais aparentes no cotidiano das pessoas.

Não poucas vezes esses dois elementos se misturam dando origem há uma poderosa arma na tentativa de preencher lacunas interiores e influenciar terceiros.

A religião se beneficia da música como meio de propagação de suas mensagens, já a produção artística usa a espiritualidade como elemento temático para inspiração.

Na Europa Santo Agostinho dizia que “Cantar uma vez é rezar duas.”, pois a aplicação de estruturas melódicas potencializaria a capacidade humana para si ligar com o divino.

Através da vibração, de um timbre, sabemos se a música é áspera, macia, calma, branca, azul, multicolor e por assim vai…

Vibração é o som que você não “ouve”. Ou melhor, é exatamente aquele que você ouve com os ouvidos e sente na própria pele e no coração! Acontece que não é só o ar que nos cerca que vibra quando uma onda sonora se propaga.

Nosso corpo vibra, nossas células vibram, somos constituídos por átomos, que por sua natureza estão sempre vibrando, dançando, circulando, assim como a dança dos elétrons, a dança cósmica do universo. Tudo flui, tudo muda, tudo está em constante movimento. Não nos banhamos no mesmo rio duas vezes. Diferentes sons vibram em diferentes partes do corpo e afetam os nossos vários chacras.

Independente do estilo de mùsica que você goste te faça relaxar e se sentir bem estara sempre ligado a esta incrivel energia vibrational do som.

Zjr.

RETORNO AO MENU

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s